Coluna do dia: 05 de Agosto de 2020

Boa noite: "O que precisamos, mais do que nunca, é humanidade”. Simon Sinek

Artista plástico Cido Oliveira dá os últimos retoques na tela encomendada por um admirador de suas obras

CIDO OLIVEIRA PINTA O CENTRO DE PRUDENTE AO ENTARDECER

Um médico que mora em São Paulo, que já tem quatro telas de Cido Oliveira, fez um pedido especial ao artista plástico. Queria uma imagem de Presidente Prudente ao entardecer. O pintor preparou o cavalete no estúdio e trabalhou na obra durante três dias. Ao final, o resultado estampado em óleo sobre tela de 1 metros e 20 de largura por 83 cm.

CONVERSAS

Enquanto não decide pela candidatura ou não, o ex-prefeito Milton Mello mantém conversa com vários partidos, para possíveis coligações e decidir o vice. Disse que tem falado com Pablo Danilo, do PP, Feiz Abud, do PTB, Guilherme Piai, do PSL e Fernando Luizari, do Patriotas.

Como desatar os “nós”?

Trazendo um novo sentido para a sociedade que compõe o nosso ecossistema, com base no relacionamento e confiança mútua, onde as pessoas se unam para uma finalidade em comum: o desenvolvimento da cidade como um todo. Que “NÓS” não seja o plural de nó!

Envolve todo mundo...

Sim, o “Nós” é uma junção de todas pessoas envolvidas no nosso ecosistema. Todas pessoas, empresas, a cidade, estamos todos num mesmo propósito. Vale a pena sermos “Nós”.

Uma conexão positiva?

Sim, as pessoas estão precisando umas das outras. Nada melhor do que se conectar positivamente. A pandemia acelera o processo quando se trata de coisa boa também: coisas boas se conectando com coisas boas, pensando mais na coletividade.

O que a cidade ganha com a união pregada pelo “Nós”?

Mais agilidade nos processos dos cartórios e certidões da Prefeitura por exemplo, beneficiaria o ecossistema e o ambiente de negócios na cidade. Bom para todos!

Como estão os negócios imobiliários atualmente na cidade?

Há dois meses, estamos tendo bons resultados, algo que não esperávamos em meio a pandemia. Tenho a convicção que da nossa união, imobiliárias, incorporadoras, clientes, lojas, podemos acelerar o processo da recuperação da economia.

NOVOS RUMOS

O engenheiro Nei Rena, ex-Secretário Municipal de Obras, não pediu demissão só da Prefeitura. Quer distância da Política também. Ele chegou a ser cogitado para ser lançado candidato a Prefeito. Mas após sair da Prefeitura, deixou até a presidência do PTB, partido que presidia. Decidiu voltar para a iniciativa privada e aceitou convite para trabalhar na empresa Prudenart.

NOVA FINTECH

O advogado e empresário Pedro Marrey abriu uma nova empresa, a ConsigData, uma uma fintech (empresas da área de serviços financeiros com processos inteiramente baseados em tecnologia) - focada no desenvolvimento de soluções, para gestão de Consignações. Com o objetivo de facilitar a vida de empregadores e gestores, gerenciamos de forma pratica, ágil e segura as margens disponíveis de funcionários e servidores. Com o objetivo de gerar um ambiente eficiente em que todos são beneficiados, promove uma redução no tempo e nos custos de transação, além de ampliar a oferta de crédito. Para saber mais sobre a empresa acesse o site https://www.consigdata.com/

Lucas Krasucki quer união contra “nós” que interrompem processos de progresso e desenvolvimento da cidade: marketing empático

ENTREVISTA - LUCAS KRASUKI

“Que NÓS não seja o plural de nó!” Lucas Krasucki tem apenas 35 anos para tanta experiência acumulada, diz seu pai Sérgio. O jovem empresário, casado com Fernanda e pai de Julia (9 anos) e Ana Luiza (14) começou a trabalhar com o pai aos 11 anos na loja KBL Bicicletas. Aos 15 montou a Ciclo Center. Aos 19 abriu uma filial em Sorriso, no MS. Foi gerente do Hotel Huesca e do Portal d´Oeste, de onde saiu em 2009 para montar Luka Imóveis, que hoje é um dos cases de sucesso do setor em Presidente Prudente. Sempre polêmico e inovador, ele lança agora uma campanha contra os nós que travam a cidade.

O “Nós” é uma campanha ou movimento?

A pandemia foi criando vários nós. O “Nós” é um movimento, com propósito de inspirar a união, de criar novas situações e gerar soluções inovadoras e ágeis, por meio de empatia e coletividade. Nós é o coletivo de nós. Não de nó.

Dê um exemplo?

Percebi no meu setor, o mercado imobiliário, que nós todos dependemos uns dos outros. Isso envolve não só meus funcionários, meus clientes, mas meus concorrentes, os cartórios, a Prefeitura, a Sabesp... Se existir um só nó no meio do caminho, pode interromper todo um processo que vem se construindo com muito custo, como por exemplo um empreendimento que está vindo para cidade e vai beneficiar toda coletividade.

Quais as ações a serem desenvolvidas?

Começamos a publicar alguns anúncios, e campanhas em redes sociais. O projeto está aberto a todos interessados. Quem quiser comprar a idéia, fique a vontade, não custa nada. Vamos ser mais nós, todos juntos pela cidade. Queremos mostrar que vale apena, porque todos nós ganhamos. Vamos melhorar o dia a dia da cidade, nos unirmos para melhorar os processos, ter mais agilidade por exemplo nos processos dos cartórios e da prefeitura.

O que se pode esperar de Prudente pós pandemia?

Um futuro promissor. Estou otimista: Grandes empresas vão buscar o interior na retomada da economia. Prudente é uma oportunidade de qualidade de vida, de saúde, bem estar e segurança. É pequena para ser grande, e grande para ser pequena.

Rapidinhas

Otimista, varejo de construção vende mais durante a pandemia que no ano passado.
...
Feiz Abud, novo presidente do PTB de Presidente Prudente, pode ser candidato a Prefeito.
...
José Vicente conta hoje em sua coluna que em breve entra em operação a primeira farinheira de Indiana, com nome do saudoso Jorge Esteves.
...
A Farinheira VÔ Jorge está prontinha para iniciar suas atividades em Indiana.
...
A psicóloga Flávia Giacon comenta que a pandemia mexeu demais com a saúde mental dos pacientes e suas famílias.
...
Novo coronavírus pode ter ficado por até 70 anos em circulação silenciosa entre os morcegos, aponta estudo.
...

Ponto Final

Definir prioridades.

Coluna do Mês

Clique no dia que deseja visualizar a coluna:
Os dias disponíveis então em vermelho.

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Revista Domingo