Personalidades Prudentinas • Gerais

22 de Junho de 2020

OSCAR FUJITA - O filho do borracheiro japonês que se tornou Professor Doutor

Susumu Fujita imigrou do Japão ainda criança. Trabalhou como agricultor em lavouras de amendoim e algodão, em Presidente Bernardes e depois como borracheiro em Presidente Prudente, onde faleceu aos 83 anos.

D. Helena, sua esposa, hoje com 86 anos, viveu para sentir a alegria e o orgulho que certamente Susumo sentiria: ter um filho com Pós Doutorado. Oscar Massaru Fujita, 56 anos, o terceiro dos 4 filhos de Helena e Susumu (os outros filhos são Márcia 53, Eliza 58 e Nair 61), conquistou há poucos dias a titulação máxima (Pós-Doc) na carreira docente ao concluir seu projeto intitulado “O conhecimento Tecnológico Pedagógico do Conteúdo (TPACK) na formação inicial de professores de Matemática”. Oscar é casado com Clarice, com quem tem 2 filhos (Julia, 17 e Felipe, 12).

Prof. Fujita, como é comumente chamado é Graduado em Matemática pela Unesp, Pós-Graduado em Consultoria Empresarial pela Fiaet, Especialização em Tecnologias pelo Distrito de Saitama-Ken/ Toquio/ JAPÃO, Mestrado pela Unesp (Formação de Professores e Novas Tecnologia), Doutorado pela USP (Didática, Metodologia e EAD) e agora Pós-Doutorado pela Unesp.

Fujita iniciou sua formação em Matemática, passou pela formação de professores e novas tecnologias, foi para o exterior e presenciou a forte tendência tecnológica aplicada a Educação (1997) e por este motivo atua desde então na Educação a Distância (EAD). Coordenou diversos cursos no Senat, Senac e Toledo.  Transita fortemente pela área de negócios como Consultor Empresarial e finaliza com um projeto que é o espelho de toda esta formação interdisciplinar apresentando uma “nova” metodologia denominada TPACK (Technological Pedagogical Content Knowledge - Conhecimento Tecnológico e Pedagógico do Conteúdo) que vem se desenvolvendo fortemente no meio acadêmico, principalmente agora, de forma mais enfática com a pandemia do COVID-19, através de aulas virtuais.

Oscar Fujita, entre o Diretor da FCT Unesp, prof. Dr. Rogério Eduardo Garcia, e a

Profa. Dra. Maria Raquel Miotto Morelatti, coordenadora da Pós-Graduação em Educação da Unesp, supervisora do projeto de pesquisa do novo Professor Pós-Doutor em Educação Matemática

 

 

De acordo com Fujita, toda sua formação se deu em escola pública. “Tinhamos um lema imposto por nossos pais, desde criança: estudar todo dia e se esforçar ao máximo. Era o nosso dever!”

“Foram 25 anos de enorme esforço e dedicação. A missão daqui para frente se fortalece ainda mais: continuar a transformar pessoas por meio da Educação”, destacou Fujita.

 

Stetnet
O Imparcial
Willy Macedo