INOVA PRUDENTE • Business

08 de Dezembro de 2017

Hackathon reúne 21 equipes para criarem soluções tecnológicas em problemas imobiliários

Aprovação de projetos, busca de imóveis, contratação e acompanhamento de financiamentos bancários, contratação de prestadores de serviços para manutenção de imóveis, fiscalização, fornecedores de fronts, padronização de anúncios para utilizar as redes sociais, padronização de cartões de visita e outros materiais, padronização de faixas e placas para divulgação dos imóveis, seguros e vistoria.

Os 11 itens acima foram anunciados na manhã desta sexta-feira (08/12) pela Unimob (União das Imobiliárias) para as 21 equipes participantes do Hackathon Prudente – Negócios Imobiliários. Após ouvirem as explanações de todos os problemas, os times terão até este domingo (10) para criarem soluções tecnológicas para o tema que for sorteado para eles.

“Há três meses não sabíamos o que era Hackathon. Graças as parcerias chegamos até aqui e tenho certeza que teremos bons frutos disso”, disse Lucas Pontalti Krasucki. “Queremos que as ferramentas ajudem a gente, mas que as equipes cresçam com elas. Tenho certeza que terão frutos produtivos, porque se as soluções forem boas, o mercado irá abraçá-las. Isso não está sendo criado só para Prudente, mas para o mundo. É uma semente que estamos plantando na cidade graças à parceria com a Prefeitura”, acrescentou Willy Macedo, proprietário da Willy Ma cedo Imóveis.

Segundo o titular da Setec (Secretaria Municipal de Tecnologia da Informação), Rogério Alessi, foi um desafio organizar a iniciativa que reúne cerca de 140 participantes, divididos em 21 times.

“Contamos com muitos parceiros que entenderam a proposta e querem o desenvolvimento da cidade, do empreendedorismo e da inovação. Estamos contentes, porque acreditamos que essa é uma forma nova de começar a resolver os problemas da sociedade, neste caso das empresas que têm negócios imobiliários”, ressalta.

Alessi disse ainda que a promoção do evento é uma parceria público-privada inédita em Prudente. “Agradeço a confiança que os participantes estão tendo no projeto de fazer o 1º Hackathon, a equipe da Unimob, bem como ao prefeito [Nelson Bugalho] e ao vice-prefeito [Douglas Kato – que participou da abertura do evento] pela iniciativa que mostra a importância que o Governo Municipal dá a essa área”, ressaltou.

Por fim, Lucas lembrou que embora no domingo, das 10h às 13h, somente 11 equipes serão selecionadas para a final, cujas apresentações terão início às 15h, haverá uma nova oportunidade para as não classificadas na disputa do prêmio.

“Os demais times terão a chance de apresentar as soluções aos empreendedores 30 dias após o término do 1º Hackathon, quando faremos outro evento exclusivo para isso. Muitas vezes os participantes estão focados em um projeto grandioso e não conseguem desenvolvê-lo em um fim de semana, o que pode ser feito em 30 dias”, encerrou.

Embora a abertura tenha sido no Euromarket, o 1º Hackathon Prudente – Negócios Imobiliários ocorre até este domingo na Fundação Inova, onde os times ficarão alojados ao longo do fim de semana.

Além dos já citados, a abertura contou com a presença dos participantes, empresários do setor imobiliário e parceiros do evento, do diretor-presidente da Fundação Inova Prudente, José Wilmar Ferreira Lima, e demais convidados.

Como já anunciado, o Hackathon é realizado pelo Governo Municipal, por meio da Fundação Inova Prudente, em parceria com a Unimob. Apoiam, patrocinam e acompanham o evento a Luka Imóveis, Imobiliária Rio Branco, Samburá Imóveis, Willy Macedo, Belmont Imóveis, D.Ponta, Artenge, Ícone Urbanizadora, Euromarket, Unidas, Sicoob, Audi Comunicação, Stetnet, Escritório Garcia, Porto Seguro, Rede Vistorias, Aelo (Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano) e Grupo JáJá. 

Interplan
Willy Macedo
Cultura Inglesa