Sinomar Calmona     • Presidente Prudente / SP     • Jornal O Imparcial     • Contato
 
 
Galeria de Fotos TV Sinomar Links Calendário Cadastre-se
 
 

Angelica Bongiovani • Articulistas

10 de Abril de 2014 -
Maria Angélica Bongiovani: “Trânsito mais Gentil”
Por: Angelica Bongiovani

Presidente Prudente está com seu trânsito intransitável. Há avenidas começando a ficar congestionadas, acima do normal. Esses dias, saindo do consultório, eram doze horas e quarenta minutos, dirigi-me pela Avenida 14 de maio, passei em frente ao colégio Poliedro, e ali fiquei. Após esse congestionamento dirigi sentido casa do advogado e ali também permaneci por alguns minutos na rotatória entre a casa do advogado e a casa do médico. Cheguei a minha casa por volta das treze e trinta. Presidente Prudente está crescendo vertiginosamente tanto horizontal como verticalmente também. Quando cheguei aqui, em 1990, a cidade era tímida e acanhada, mas prometendo. Agora, ousada. Demanda muita paciência para circular de carro por aí. São muitos carros circulando, avenidas um tanto estreitas e população aumentando muito. Temos uma população flutuante, muitos estudantes vindo de fora e todos trazendo de fora, seu carro. Não temos ainda um incentivo, ou uma ideologia cooperativista. Poderíamos pensar em sociedades ou mobilizações para juntar varias crianças morando próximos, nos mesmos lugares, quarteirões, condomínios que vão para os mesmos colégios. Facilitaria muito o transito. Até mesmo quem vai para as faculdades, postos de saúde, trabalho etc. Acredito que vamos ter que pensar seriamente sobre esse assunto aqui na cidade. Daqui a pouco vamos ter que também fazer rodízios de placas de carros, como na capital. Esses dias em Paris, também na Áustria, não me lembro muito bem, a poluição estava num estagio tão catastrófico que seus representantes liberaram gratuitamente, os meios de transporte como trens, metrôs e outros meios de transportes para diminuir o transito dos carros particulares, ou seja, diminuir a poluição. Temos que pensar de forma preventiva. O que necessita ser feito para não chegar a um estado crítico? A prevenção deveria ser analisada com muito cuidado para não se chegar a extremo também, nos aspectos: educacionais, sociais, políticos, hospitalares, de saúde mental, emocional, enfim, uma prevenção globalizada. Na prevenção primária gasta se bem menos que a terciária, onde já se instalou o problema que de micro foi para macro. Mas penso que estamos chegando a uma situação, com relação ao transito, se não for tomada uma providencia que abranja a totalidade das partes envolvidas, ficará insustentável. Enquanto isso poderia se pensar sobre a possibilidade e o envolvimento de todos, por um transito mais gentil. Está dando para ser gentil no transito aqui em Presidente Prudente?De jeito nenhum. Muitas vezes observo idosos, inseguros em atravessar as ruas, e paro para eles passarem, e vem um carro em alta velocidade do meu lado e o idoso quase é atropelado. E isso se repete sempre. Agora mesmo estava na Rua Casimiro Dias e queria atravessar a Avenida Celestino de Figueiredo, um motorista vinha na Avenida e parou gentilmente para eu passar, caso contrário iria obstruir o cruzamento sem necessidade, pois não adiantava seguir e, estava parcialmente congestionada devido ao sinaleiro da Avenida Manuel Goulart. Eu fui em frente para atravessar a Avenida e veio um carro à esquerda dele e quase colidimos. Não está dando mais para ser gentil no transito. Às vezes penso em parar para alguém passar, ou um deficiente seja físico, visual, ou grávida, idoso, etc., mas está ficando cada vez mais impossível, pois eles estão correndo o risco de serem atropelados pela impaciência, imprudência e imaturidade de certo motoristas. Será que as pessoas não sabem mais o que é ser gentil ou ter gentilezas?Todos têm de chegar a algum lugar. Não adianta correr, atropelar, querer ser o primeiro, ou querer dar uma de esperto. Acho que se todos pensassem sobre a gentileza, todos ganhariam com isso. São evoluções e transformações inerentes ao desenvolvimento. Todo desenvolvimento é um processo de via de mão dupla. Trazem benefícios e malefícios, ganhos e perdas, divergências e convergências. Não podemos perder o bom senso. Pensar em conjunto, na totalidade, não somente nas partes (Gestalt), com certeza todos sairão ganhando. Quando pensamos em mudanças, evoluções ou transformações, não importando em que aspecto estamos falando, tudo deve começar por nós mesmos. Não podemos mudar o mundo em si, mas podemos transformá-lo por meio da nossa mudança individual.

Maria Angélica Amorieli Bongiovani-Psicóloga Clínica-Psicoterapeuta Psicanalítica e Membro filiado na Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo

Contato: angelicabongiovani@stetnet.com.br

 

18/04/2014
Maria Angelica Bongiovani: “Ah, Zilah! Onde você está?
abrir o post
07/03/2014
Angelica Bongiovani escreve: O BELO NÃO CLAMA POR ATENÇÃO
abrir o post
 
 
22 de Novembro de 2017
clique para acessar a coluna
 
BUSCA PELO SITE
Galeria de Fotos
TV Sinomar
Links
Calendário
Cadastre-se
CONHEÇA MAIS
Sinomar Calmona
Presidente Prudente / SP
Jornal O Imparcial
Contato
ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS
 
DESENVOLVIDO POR:
Fabrício Modafaris
 
 
PHP Warning: PHP Startup: Unable to load dynamic library 'C:\Program Files (x86)\Parallels\Plesk\Additional\PleskPHP5\ext\php_oci8.dll' - Não foi possível encontrar o módulo especificado. in Unknown on line 0