Entrevistas • Gerais

29 de Julho de 2020

Gabriel Aleixo - Na Oncologia a função do médico vai muito além de simplesmente tratar

Após a validação de seu diploma médico nos Estados Unidos, Gabriel Aleixo, prudentino de 34 anos, formado pela Faculdade de Medicina da Unoeste, deu mais um importante passo para realização de seu grande sonho, que é especializar-se em Oncologia nos EUA. No início de julho ingressou no quadro de médicos residentes da Cleveland Clinic, em Ohio.

Como está sendo a Residência Médica em Cleveland?

Muito boa, muito acesso, muita gente boa, de todo lugar do mundo. Temos professores não só dos EUA, da Síria, do Japão, da Europa. Vem gente do mundo inteiro para Cleveland.

Como é a Cleveland Clinic?

É um hospital gigantesco, com 4 mil leitos e alta tecnologia. Começou aqui em Cleveland, mas tem outros hospitais aqui na região, em Las Vegas, na Florida e até nos Emirados Árabes.

Qual especialidade você escolheu?

Agora faço Clínica Médica, mas meu objetivo é Oncologia, que pretendo aplicar dentro de 3 anos. Essa semana estou rodando na Geriatria, vejo pacientes mais idosos, e na próxima volto para Clinica Medica, que é mais puxado, começo as 4 da manhã vou até 9 da noite.

Porque a opção por Oncologia?

É uma especialidade na qual a relação médico-paciente é essencial, e a função do médico vai muito além de simplesmente tratar.

Que diferenças você já pode detectar entre a Residência Médica no Brasil e nos EUA?

Aqui o acesso aos recursos é incrível. Se você precisa de uma tomografia amanhã, você tem amanhã. Se você precisa que um especialista em câncer do reto veja seu paciente amanhã, ele vai ver amanhã.

Como está sendo a quarentena em Ohio?

A onda de contaminação chegou forte agora. Semana passada foram registrados 1.700 casos. Mas eles testam todo mundo. Tem teste drive-thru em todos lugares. O hospital tem uma ala separada para Covid, com 110 pacientes internados, 20 na UTI.

O que dizer da sua formação em Prudente?

Tive ótimos professores, que desde o básico! Tinham muita paixão por ensinar e dedicavam seu tempo para os alunos e pacientes. A coordenação nunca deixou de me apoiar. Acredito que a Unoeste tenha me dado todas as ferramentas para eu chegar em qualquer lugar. E uma ótima faculdade e fica na melhor cidade do mundo para se viver !

 

 

O Imparcial
Stetnet
Willy Macedo